domingo, 24 de agosto de 2008

DT e você (Jornal Diário da Tarde BH- MG )

JARDINAGEM - Semeando a paz

Reporter : SANDRA BARROCA

Cultivo de plantas e flores dentro de casa pode ser alternativa para eliminar o estresse. Mais do que embelezar a casa, as flores e plantas também podem servir de terapia para espantar o estresse. A professora Lúcia Maria Belo Junqueira Ribeiro, de 55 anos, que o diga: criada em uma fazenda, ela se diz apaixonada por plantas desde a infância e, hoje, usa e abusa de suas cores para ajudar na decoração de seu apartamento. É por isso que domino algum conhecimento. Desde que mudei para Belo Horizonte, há 28 anos, passei a cuidar delas sozinha , conta. Ler livros sobre o tema e freqüentar exposições de jardinagem são outras atividades que ela exerce para aprofundar seus conhecimentos. Em seu apartamento no Bairro Santo Agostinho, a professora tem orquídeas e violetas. Já em sua casa de campo, em Nova Lima, além das orquídeas, ela também cultiva azaléias, damas-da-noite, trepadeiras, bougainvilles e um pomar. Levo muito em consideração a adaptação das plantas. Por exemplo, eu gosto muito de roseiras, mas não consegui tê-las por causa das formigas , explica. Para ela, a orquídea é a melhor planta para se ter em casa, pois pode ser colocada em qualquer lugar. Já a violeta é mais delicada, necessita de mais cuidados, senão pode morrer. O problema acontece mais quando eu viajo. Preciso deixar bilhetes aos meus filhos para que eles tirem a violeta do sol, deixem-na longe de ventos e proíbo de regá-la muito , explica. A professora acredita ser necessário muito amor para cuidar de plantas e, talvez, seja por isso que algumas pessoas não consigam mantê-las vivas. Tenho uma jardineira há 16 anos que tem as mesmas plantas. Caso as pessoas se voltassem mais para a natureza, elas teriam mais facilidade para resolver seus problemas emocionais. Para curar o estresse e a depressão, cuidar de plantas é uma ótima saída , acredita. Mesmo cuidando diariamente das flores, Lúcia não abre mão da vaidade e dá uma dica: usar sempre luvas, porque o trato com as flores acaba com as mãos. De acordo com o especialista em jardinagem Paulo Ávila, para ter plantas em casa, é necessário o mínimo de conhecimento, que pode ser adquirido em cursos, leituras ou mesmo a partir da convivência com pessoas que têm algum tipo de planta em casa. Ele mesmo, formado em matemática, não entendia muito sobre o assunto até que a paixão pela cozinha o fez se interessar pelo plantio de temperos. A partir daí, comecei a fazer vários cursos na área de jardinagem e até uma pós-graduação em gestão e manejo ambiental na Universidade Federal de Lavras, conta. Hoje, ele dá cursos de jardinagem e ainda presta consultoria na área. De acordo com Ávila, qualquer casa tem condição de receber plantas, mas é preciso conhecer bem a luminosidade dos ambientes e o tipo de planta que conseguirá se adaptar à casa. É preciso saber sempre onde há claridade. Sem claridade não há fotossíntese e sem fotossíntese não tem planta , alerta. Até mesmo quem mora em apartamentos pequenos e é apaixonado por plantas pode ter o seu jardim, basta escolher a espécie. Violetas, comigo-ninguém-pode, espatifilus e algumas dracenas resistem a ambientes assim. De qualquer forma, é preciso mudar sempre as plantas de lugar para ver onde elas resistem melhor, explica.


Cães podem dar prejuízos

As plantas suculentas também costumam se adaptar bem em ambientes com pouca luz. Um exemplo é o cactus, pois ele não precisa ser regado constantemente. Mas não se pode ter crianças ou animais em casa, para evitar que se machuquem , avisa o especialista Paulo Ávila. Quanto aos cachorros, ele ainda dá outro alerta: os machos costumam fazer dos vasos os locais preferidos para urinar e isso pode matar as plantas por excesso de uréia. Já as pessoas que moram em amplos apartamentos, com área de cobertura ou quintais onde há luminosidade e bate sol, estão aptas a terem qualquer tipo de planta em sua casa. O importante é ver o circuito do sol, onde ele nasce e se põe, onde há menos luminosidade e onde não bate sol de jeito nenhum. Dessa forma, é possível dispor as plantas da melhor forma, onde elas se adaptam melhor , explica. Mas quem resolver montar um jardim em casa é preciso estar ciente do trabalho que essa parte da casa pode dar. A partir do momento em que as plantas são colocadas em casa, é preciso ter a consciência de estar lidando com um ser vivo. É como um animal que a pessoa assume a obrigação de cuidar. Mas há uma grande vantagem: ter um lugar lindo, dentro de casa, para descansar a vista, alerta.

HORTA

Além de plantas decorativas, muitas pessoas sonham em ter a própria horta em casa. De acordo com Ávila, até mesmo em apartamentos é possível montar a horta, desde que ela fique localizada em um local com excelente claridade. Nem sempre é preciso do sol nas plantas, desde que a luminosidade seja muito boa e as paredes sejam brancas para refletir bastante a luz , explica. Para o especialista, é possível plantar ervas medicinais e temperos - como cebolinha, salsinha e manjericão, em pequenos vasos, e começar a horta. As jardineiras também podem ser aproveitadas para essa função. O professor ministra cursos sobre jardinagem. São 20 horas de aulas teórico-práticas que abordam os seguintes temas: solo e adubo; propagação de plantas; gramados, forrações e podas; preparação de vasos; e projeto de jardim.

Um comentário:

Serviços de Jardinagem disse...

Exelente e muito completo o site, é bom cultivar a jardinagem.

Jardineiro Rodrigo

http://jardineiro-jardinagem.blogspot.com/