sábado, 17 de maio de 2008

Por que não contratar "MULHERES JARDINEIRAS"?


Mulheres jardineiras , qualificadas por cursos profissionalizantes de jardinagem, são tão ou mais eficientes que os homens. Por que o preconceito? O trabalho é pesado? As mãos são delicadas? As ferramentas e máquinas não são adequadas? Como respostas a todas estas perguntas temos Janaina, Zélia, Ana Paula e tantas outras que foram qualificadas nos cursos ministrados por nós em Belo Horizonte (Qualificarte Gameleira, Fundação Dom Bosco e cursos particulares) , Tupaciguara (Triângulo Mineiro FAT), FIAT Betim ( Projeto Àvore da Vida ) . Além de fazerem bem feito todo o serviço de jardinagem (Poda, plantio, manutenção em geral, adubagem com critério e etc.) elas sao mais observadoras que os homens e mais caprichosas na limpeza. Vamos lá empresários, vocês vão se adimirar com o trabalho destas JARDINEIRAS com J maiúsculo. Nós só indicamos os melhores profissionais.

2 comentários:

Anônimo disse...

É, realmente está na hora de os Homens deixar de lado o preconceito. As mulheres nos mais diversos campos de trabalho estão se destacando.

Eu gosto muito de cuidar de jardins. Realmente é um trabalho pesado, mas muito gratificante.

Assim que eu tiver oportunidades farei um curso de jardinagem com o Paulo.

Jairo disse...

Uai... pelo visto o preconceito é com os homens. "Papel aceita qualquer coisa"... falar que elas fazem isso e aquilo, que são melhores e que devemos contratar mulheres só porque são mulheres, etc e tal, francamente... muito papo e pouca ação. Quem é competente se estabelece e ponto final.